Futebol Feminino em Mocambique ...

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Futebol Feminino em Moçambique

Este blog tem como objectivo divulgar informação de carácter desportivo

Futebol Feminino em Moçambique

Este blog tem como objectivo divulgar informação de carácter desportivo

MOÇAMBIQUE VAI DEFRONTAR MALAWI NA CORRIDA AOS JOGOS DE TÓQUIO-2020

selecao feminina

 

A selecção feminina de futebol joga no dia 4 de Abril em Blantyre, capital do Malawi, diante da sua congénere local em desafio da primeira “mão” da primeira eliminatória de acesso aos Jogos Olímpicos (JO) de Tóquio, que terão lugar em 2020. O jogo da segunda “mão” está agendado para o dia 9 do mesmo mês em Maputo. Vinte e cinco países estarão envolvidos nestas eliminatórias à excepção da Nigéria, África do Sul, Gana, Zimbabwe, Quénia e Guiné-Equatorial, que por força do “ranking” só entrarão em cena na segunda fase de apuramento, que deverá iniciar em Setembro.

Com efeito, o vencedor entre Malawi e Moçambique tem um encontro marcado com a formação do Quénia para a fase seguinte, enquanto que os vencedores do jogo Angola-Zâmbia irão enfrentar o Zimbabwe e a África do Sul conhecerá o seu adversário depois do embate entre Botswana e Namíbia. Os vencedores entre as selecções da Costa do Marfim e da Serra Leoa vão medir forças com o vencedor que sairá entre o Mali-Marrocos.

A Nigéria, por sua vez, terá que aguardar pelo seu oponente que será conhecido depois que as formações da Argélia e do Chade travarem a derradeira “batalha”. Ainda no cruzamento dos jogos, as “leoas indomáveis” irão travar a sua batalha com o vencedor que deverá sair “vivo” no desafio que irá opor frente-a-frente a turma da Etiópia ou da Uganda, sendo que a Guiné-Equatorial pacientemente aguardará pela Tanzânia ou a República Democrática do Congo.

Por fim, os vencedores dos encontros entre o Gabão e o Congo terão o Gana pela frente. As partidas da derradeira fase serão disputadas em Outubro de 2019, aonde o representante de África para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 será conhecido.

 

Fonte:Desafio

Jogo solidário Benfica vs Sporting arrecada mais de 2 milhões MT para Moçambique

solidario

 

O jogo de solidariedade entre equipas femininas do Sporting e Benfica, ambos de Portugal, resultou em mais de dois milhões e setecentos mil meticais, valor a ser canalizado para ajudar as vítimas do Ciclone IDAI. Foi a maior enchente em um jogo feminino alguma vez disputado em Portugal.

Foi o primeiro derby de sempre entre Sporting e Benfica em futebol feminino e jogava-se pelas vítimas do ciclone tropical IDAI em Moçambique.

Os números foram também históricos, estiveram no Estádio de Restelo cerca de 15.204 espectadores, superando o anterior record em jogos femininos em Portugal que era de 12.213 assistentes.

Também, pela primeira vez, nas bancadas gritou-se Moçambique em solo europeu, sinal de apreço e solidariedade para com as vítimas do IDAI, que muito recentemente causou inúmeras vítimas humanas e desalojou milhares no nosso país.

O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa foi um dos espectadores. Nele juntaram-se figuras ligadas aos dois clubes e da Federação Portuguesa de Futebol, organizadora da partida.

Não menos importante estava a disputa do Troféu Vicente Lucas, antigo internacional português nascido em Moçambique figura incontornável da história do Clube de Futebol os Belenenses, aliás, vai aí a escolha do Estádio de Restelo para a realização do jogo.

No fim, a organização conseguiu angariar mais de 38 mil euros, o equivalente a mais de dois milhões e setecentos mil meticais. Nas quatro linhas, o Sporting venceu o Benfica por 1-0.

Marcelo Rebelo de Sousa felicitou a organização do jogo e voltou a reafirmar o apoio do seu país à Moçambique

Além desta iniciativa há outros clubes e organizações portuguesas que tencionam apoiar ou já apoiaram as vítimas do ciclone Idai.

 

Fonte:Opais